Novidades100

CulináriaInternetDetonadosWallpapersPoesiasVideos

Doce Garota

Doce Garota

eu andava sem rumo,
mascando chicletes,
em liberdade vigiada,
vaguei por becos e avenidas,
infernos e madrugadas,
nada encontrava
que me desse gosto de voltar,
vagabundos me aceitavam
como um deles,
madames me queriam como brinquedo,
e eu nunca,
nunca me senti caminhando com alguém,
e agora,
nesse jardim sem flores,
me sinto contigo,
doce garota,
que adoça minha vida inteira.


próxima →

Compartilhar Poesia Doce Garota em Imagem

Poema, Doce Garota, Autor, Frankzeffi

Pressione CTRL + D para Adicionar Esta Página aos Seus Favoritos

Sobre o Autor| Política de Privacidade
novidades100.com.br

Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência ao utilizar nosso conteúdo, além de personalizar publicidades e outros serviços de acordo com seus interesses.