Novidades100 - Poemas Online
CulináriaInternetDetonadosWallpapersPoesiasVideos

Canto de Adeus

Canto de Adeus

hoje sou cego
ao corpo teu que parte…
não pareço-me ontem,
ansiedade louca de beijar teus seios,
de tocar teus pêlos,
tão louco fui,
cheio de pensamentos breves,
tão louco fui,
louco e feliz,
da minha alma
sempre um sorriso longo à tua,
hoje, porém,
teu corpo parte
e minha alma é cega,
não sou feliz nem triste,
bêbo agora
à glória de não ser escravo.


próxima →

Compartilhar Poesia Canto de Adeus em Imagem

Poema, Canto de Adeus, Autor, Frankzeffi

Pressione CTRL + D para Adicionar Esta Página aos Seus Favoritos

Sobre o Autor| Política de Privacidade

Nosso site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar sua experiência ao utilizar nosso conteúdo, além de personalizar publicidades e outros serviços de acordo com seus interesses.